Polygon Matic – O que é e como funciona a rede?

Entenda o que é Polygon Matic, a alternativa para o Ethereum!

O white paper do Polygon o resume como o projeto “criado por desenvolvedores para desenvolvedores” e que promete solucionar problemas que outra rede blockchain – a Ethereum – apresentada.

Não é novidade que muitos blockchains e soluções de camada 2 nasceram para resolver problemas dos últimos tempos, apresentando uma alternativa viável para o ecossistema da principal altcoin do mercado. Uma dessas alternativas é a Polygon (MATIC). Mas em um mercado com tantas opções, por que a Polygon se destaca das outras concorrentes do Ethereum? Quais são esses problemas? Qual a ligação da Ethereum com ao Polygon? Por que não reconheço esse nome? Essas e outras dúvidas a BitcoinToYou responde no decorrer desse artigo. Vem ficar por dentro!

O que é a Polygon?

Polygon surgiu com o intuito de ser uma rede que apresenta escalabilidade para o blockchain do Ethereum, ou seja, ela é uma estrutura para construir redes de blockchain que sejam compatíveis com a Ethereum.

Isso se dá porque uma das figuras mais batidas da Ethereum (a rede) é seu problema de escalabilidade em suas transações. Isso faz com que sua rede, além de lenta, apresente altas taxas para qualquer passo dado. Nesse sentido, e a fim de resolver situações análogas, surgiu o Polygon.

Seu componente principal é o Polygon SDK, uma estrutura modular e flexível que suporta a construção e conexão de cadeias seguras como Plasma, Optimistic Rollups, zkRollups, Validium e outras. Além disso, possui a Polygon POS para oferecer um sistema flexível e independente, agregador de camada 2.

O grande destaque dessa rede é que ela consegue transformar o Ethereum em uma multichain completa. Apesar de ser um sistema parecido com o da Polkadot ou Cosmos, a Polygon possui a vantagem de contar com a segurança do ecossistema do ETH.

O site da própria plataforma define o Polygon dessa forma:

“Polygon é um protocolo e uma estrutura para construir e conectar redes blockchain compatíveis com Ethereum. Agregar soluções escalonáveis no Ethereum, dando suporte a um ecossistema Ethereum de várias cadeias”.

Camada 1 versus camada 2: o que são?

De forma bastante resumida, as camadas dizem respeito à estrutura de uma rede ou sistema, e na estrutura de redes de blockchain as soluções de camadas servem para dimensionar o ecossistema descentralizado ao qual as criptomoedas se aplicam.

Uma rede de primeira camada também pode ser chamada de Layer-1 ou de rede principal, e refere-se a um blockchain nativo – como Ethereum e Bitcoin.

Por sua vez, a segunda camada pode ser denominada como rede secundária ou Layer-2 e objetiva aumentar a velocidade de transações e resolver problemas de escalabilidade enfrentados na rede nativa a Layer-1 – como o Polygon.

Ficou mais claro porque o Polygon é uma rede secundária que fornece soluções de camada 2 à Ethereum, não é?

Tecnologias presentes no projeto Polygon

Para alcançar essa versão expandida e fornecer, de fato, o que promete, o Polygon possui as seguintes tecnologias de ponta:

  • cadeias de Plasma: tecnologia de dimensionamento para mover ativos entre a cadeia raiz e as cadeiras secundárias por meio de pontes de plasmas;
  • ZK-rollups: solução de escalonamento alternativa usada para agrupar grandes números de transferências fora da cadeia em uma única transação – para isso, usa prova de conhecimento zero;
  • optimistc rollups: soluções para transações instantâneas.

Quais são os problemas que o Polygon promete solucionar?

Já resta claro que sua intenção é auxiliar o blockchain Ethereum a atuar em sua “capacidade máxima”, então o foco se dá em resolver os problemas voltados a experiência de usuário ruim por conta de:

  • altas taxas do gás;
  • atrasos nas transações;
  • falta de governança da comunidade.

Normalmente, a primeira camada de um rede blockchain enfrenta problemas assim à medida que cresce exponencialmente em números de usuários, o que pode fazer com que uma taxa de transação acabe por custar mais do que o próprio criptoativo que você está negociando.

É por isso que o Polygon Matic é tão importante: ela é uma estrutura de soluções de camada 2 para melhorar a capacidade de processar transações em grande número nas redes nativas.

Raízes do Polygon

Pode ser que esse nome ainda não seja tão usual, pois você pode tê-la conhecido como Rede Matic ou Matic Network lá em outubro de 2017, quado foi fundada na Índia por Jayntu Kanani, Sandeep Nailwal e Anurag Arjun, bilionários cripto da Índia.

Apenas em 2019 ela migrou para sua rede final, a Polygon, sendo apenas renomeada de modo que o código de trading permanece o MATIC.

Por mais que ele tenha sido criado na Índia, a construção de uma equipe global foi o que ajudou essa startup a crescer e obter a notoriedade que possui hoje, e sua pretensão ainda é mais: ser o terceiro projeto de criptomoeda mais valioso do mundo.

Quais são as vantagens da Polygon frente ao Ethereum?

Estamos falando de uma rede que traz escalonabilidade ao Ethereum, então é claro que sua estrutura de camadas é bem desenvolvida, por isso, pode apresenta alguns pontos extras à frente da Ethereum:

  • apresenta capacidade de se beneficiar totalmente dos efeitos de rede do Ethereum;
  • é mais aberto e poderoso;
  • implantação com um clique de redes blockchain predefinidas;
  • conjunto crescente de módulos para o desenvolvimento de redes personalizadas;
  • protocolo de interoperabilidade para troca de mensagens arbitrárias com Ethereum e outras redes blockchain;
  • possui módulos adaptadores para permitir a interoperabilidade para redes blockchain existentes;
  • melhor experiencia para o usuário e desenvolvedor;

MATIC, o token da plataforma

O MATIC é o token utilitário da Polygon. Ele é um token ERC-20, ou seja, em execução no blockchain do Ethereum.

Esse token é utilizado em diferentes situações:

  • taxas de gás: taxas de transação na rede Polygon;
  • governança: os detentores desse token podem auxiliar no futuro do projeto, votando em propostas;
  • staking: você pode emprestar o token e permitir que a rede os use em troca de juros.

Para ler depois: Renda passiva de forma fácil: aprenda sobre o staking!

Quais projetos existem na Polygon?

Os principais são esses:

  • Polymarket: Um dos mercados de previsão mais populares no espaço do blockchain, a Polymarket redefiniu o espaço com sua UX suave
  • Aavegotchi: Jogo de colecionáveis criptográfico baseado em DeFi; jogadores apostam NFTs com tokens geradores de juros no Metaverso Aavegotchi
  • Jogos Decentrais: Jogos no estilo cassino construídos no metaverso Decentraland, onde você pode jogar seus jogos de cartas favoritos com o avatar escolhido
  • SportX: Faça suas apostas em seus eventos esportivos favoritos com SportX e ganhe mais com concursos semanais nesta popular plataforma de apostas esportivas

De fato, essa plataforma resolve problemas que o mercado blockchain há muito tempo buscava por soluções. Sendo assim, a expectativa para seu maior desenvolvimento e adoção é bem alta. O que você acha sobre? Conte pra gente!

Photo of author

Autor: andre.horta

Deixe um comentário

Não perca tempo! Comece a investir

REDES SOCIAIS

[email protected]

Atendimento: 08:00-18:00 (seg-sex)