Valor do Bitcoin em 2009

valor do bitcoin em 2009

Valor do Bitcoin em 2009

No post de hoje vamos abordar a evolução do valor do bitcoin desde 2009 até os dias de hoje, o boom que ocorreu com a moeda digital e o posterior amadurecimento atraindo muitos investidores, sendo considerado por estes como o “ouro digital”.

Um pouco do histórico do valor do bitcoin em 2009 até hoje

O bitcoin vem tomando grandes proporções desde a sua criação. Em 2009, tecnicamente valia US$ 0, durante o seu primeiro ano de existência, isto porque não foi negociado em nenhuma exchange como ocorre atualmente, e, para obter o critpoativo você precisava resolver uma solução matemática complexa, denominado processo de mineração e, o responsável por isso (minerador) era recompensando em bitcoin.

O primeiro preço da moeda digital foi registrado em 2010, onde 1 bitcoin não alcançava nem 1 dólar, atingindo o valor máximo de US$ 0,39.

Em 2017 o preço da moeda bateu valor recorde de US$ 7.100, atribuindo-se o rápido crescimento nessa época à adoção da moeda pelos mercados asiáticos como Japão e China, além de ser considerada opção segura para momentos de incerteza pelos quais a economia passava.

Precificação da moeda

No início de 2010 os primeiros usuários de bitcoins enfrentaram um grande dilema sobre como chegar a um consenso de precificação da moeda digital, pois, não possuíam uma taxa de câmbio universalmente aceita e, para além disto não existiam exchanges para facilitar a descoberta de preços.

Monitorar a volatilidade do preço de um bitcoin sem ter conhecimento de quanto o mercado estava disposto a pagar por um ativo emergente não era uma questão simples.

Neste contexto, surgiu a primeira taxa de câmbio rudimentar para o BTC calculada por um usuário do fórum “NewLibertyStandard”, conhecido também como NLS.

O sistema de preços definido pelo sistema para calcular o valor do bitcoin em 2009 foi baseado na quantidade de energia necessária para minerar BTC – ou “BC”, referências comuns ao se falar em bitcoins na época.

Se utilizarmos tal metodologia, de acordo com a NLS, o investidor de apenas US$1 teria obtido 1.578,77 BTC, se pensarmos no resultado quase 11 anos depois podemos considerar como um dos investimentos mais lucrativos da história.

O valor do bitcoin em 2009-2020

Acompanhe logo abaixo a evolução do preço do bitcoin desde o ano de 2009 até nossos dias e as previsões para o futuro.

ANOBITCOINDÓLARREAL
20091 BTCU$ 0.0001R$ 0.001
20101 BTCU$ 0.07R$ 0,21
20111 BTCU$ 15,00R$ 40,00
20121 BTCU$ 7,00R$ 21,00
20131 BTCU$ 100,00R$ 300,00
20141 BTCU$ 600,00R$ 1.800
20151 BTCU$ 220,00R$  700,00
20161 BTCU$ 600,00R$ 1.800
20171 BTCU$ 7.100R$ 35.000
20181 BTCU$ 8.500,00R$ 55.500
20191 BTCU$ 12.500,00R$ 47,987,50
20201 BTCU$ 8.359,98R$ 45.930,69

Podemos observar uma curva de crescimento exponencial do valor do bitcoin em 2009 até os dias de hoje, dentro de um contexto sócio-econômico digital no processo de aperfeiçoamento e valorização da moeda, o que nos faz ter bastante otimismo .

Embora volátil, percebe-se valores crescentes e com forte tendências a assim se manterem.

Conforme apontado pela CNBC se alguém adquirisse R$ 100 da moeda em 2010 em 2017 teria nada menos do que R$ 75 milhões.

Cumpre ressaltar que o mercado das criptomoedas valorizou 45% só em 2017, um único bitcoin custava U$ 1.000 e em dezembro do mesmo ano chegou a valer quase U$ 20.000 doláres.

Gráfico: Valor do Bitcoin em 2009 a 2020 (só há dados a partir de 2012)

O valor do bitcoin em 2009 até os dias de hoje

E hoje quanto vale um bitcoin? Podemos tomar como premissa inicial que um bitcoin vale o que o comprador estiver disposto a pagar. Se no passado você podia comprar várias centenas de bitcoins por apenas um dólar, o inverso não é verdadeiro hoje.

Para responder melhor a esta pergunta é necessário entender como o valor desta moeda digital é calculado e, o motivo de sempre estar em constante alta, precisamos entender os fatores determinantes do seu preço nos dias de hoje.

Moeda Deflacionária

O bitcoin é uma moeda deflacionária, o que significa dizer que ao contrário das moedas fiduciárias (dólar, real, euro) que são inflacionárias e, portanto, perdem valor no decorrer dos anos e de acordo com as crises econômicas pelas quais as nações passam, sua oferta é limitada e, portanto,  a quantidade de moedas em circulação só diminui ao longo do tempo.

Por ser deflacionária, a tendência do bitcoin é de sempre ganhar valor com o passar do tempo, apesar de sua volatilidade.

Enquanto as moedas fiduciárias possuem valores oficiais, é muito comum vermos o bitcoin sendo negociado com diversos valores nas inúmeras exchanges.

Isto porque, o fator determinante para o seu valor é o ponto de encontro entre a demanda de quem está comprando com o fornecimento de quem está vendendo, tornando-o um mercado particularmente volátil e, sobretudo, deflacionário, já que a oferta de moedas em circulação é limitada é só diminui com o passar do tempo.

O ativo digital está cada dia mais próximo de seu ponto de saturação, tal questão de escassez, é fundamental para o crescimento do valor do bitcoin, de modo que este não para de subir e ter adoção em larga escala em todo mundo.

Reserva de valor

Isto porque, para os investidores é interessante possuir um ativo de produção limitada, pois permite que seja uma excelente forma de reserva de valor.

Diferentemente do controle monetário exercido por muitos governos sob as moedas fiduciárias, que podem imprimir de forma ilimitada tais moedas, inibindo a possibilidade de reserva de valor.

Neste contexto, o bitcoin é uma moeda digital que se autorregula por meio de uma tecnologia denominada blockchain, que basicamente verifica todas as transações feitas na moeda por uma assinatura digital que garante sua autenticidade.

Ou seja, o bitcoin não é regulado por nenhum país. Por este motivo esta sendo usado como investimento e se consolidando no mercado e no mundo como alternativa para eventuais crises de moedas fiduciárias.

Não obstante, especialistas, entusiastas e investidores são atraídos inicialmente para o bitcoin com pensamentos a longo prazo.

Os bitcoins representam para estes, solução para problemas técnicos, econômicos e políticos.

Noutro ponto, o interesse do público em geral tem sido estimulado não só por eventual crise nas moedas fiduciárias, mas também por bloqueios bancários.

O bitcoin possui, ainda, características interessantes que atrai diversos investidores, sendo elas: a divisibilidade, incensurabilidade, descentralização, facilidade de transferência e durabilidade.

Era da criptografia

Estamos na terceira era da nossa relação com o dinheiro, na primeira conhecida como escambo, trocávamos mercadorias.

Na segunda, conhecida como política surge o dinheiro como o conhecemos hoje. E a terceira, a qual estamos vivenciando é totalmente digital, baseada puramente em matemática e criptografia, e, as pessoas estão vendo o valor e a utilidade do bitcoin como um criptoativo, veja mais em https://www.bitcointoyou.com/o-que-e-criptomoeda/.

A tecnologia por trás do dinheiro não pode parar no tempo, o mundo precisa mudar e já está mudando. Neste sentido Peter Thiel, co-fundador do Paypal disse “ eu acho que o bitcoin é o primeiro dinheiro criptografado que tem o potencial de fazer algo como mudar o mundo”.

O bitcoin em pouco tempo vai estar em todos os lugares e o mundo terá que se reajustar.

Bitcointoyou, invista já

Não fique de fora, crie sua conta gratuitamente na Bitcointoyou e invista já! Não perca a oportunidade, pois, em 2009 diziam que ninguém usava bitcoins, em 2013 disseram é muito arriscado, em 2017 falaram que era muito caro. Em 2023, vão dizer que é tarde demais.

CONHEÇA. ESTUDE. FAÇA PARTE  DA ECONOMIA DO FUTURO. COMPARTILHE

Compartilhe esta informação com seus amigos. Deixe suas dúvidas e comentários. Aproveite e VOTE NA CRITPO MOEDA DE 2020! Não perca a oportunidade de escolher a próxima criptomoeda a ser listada AQUI!  https://www.bitcointoyou.com/cripto-urna-vote-na-criptomoeda-de-2020/