O que é investimento

O que é investimento

Antes de saber o investimento que mais se adequa ao seu perfil uma pergunta tem que ser solucionada: “o que é investimento?”

Muitas pessoas têm inúmeras dúvidas sobre esse assunto, mas no post de hoje abordaremos o tema de uma maneira simples para te ajudar a entender de uma vez por todas.

Pois saber o que é investimento é a premissa para começar a aplicar com rentabilidade e segurança.

O que investimento é

A primeira coisa que você ter em mente sobre investir é que investimento não é apenas para quem já é ou quer ficar milionário.

Qualquer pessoa que possua dinheiro guardado e sonhos pode investir.

Isto porque, os investimentos permitem que você alcance seu objetivo de forma mais rápida e, ainda, protegem seus recursos da inflação.

Por isso entender o que é investimento é algo fundamental para alcançar suas metas.

De uma forma geral investir significa empregar recursos com a expectativa de certo ganho ou resultado futuro.

A partir deste raciocínio o recurso utilizado para investir – capital – envolve tanto dinheiro, quanto capital intelectual, social ou natural.

Assim, itens como tempo, energia, estudos, dentre outros são considerados capital para investir. De modo que investir tempo nos estudos buscando adquirir conhecimento quanto plantar uma lavoura são atitudes que são entendidas como um investimento.

O que é investimento financeiro

Como o contexto por nós abordado é o financeiro, o resultado de sucesso esperado por quem investe é obter mais dinheiro.

De modo que da mesma forma que você emprega tempo, energia e conhecimento no seu trabalho para obter dinheiro, você pode fazer com que o seu dinheiro gere ainda mais dinheiro.

Isto é, o investimento financeiro pode ser visto como uma forma de aumentar seu capital sem que, para isso, você tenha que trabalhar mais.

É o velho ensinamento que os investidores costumam chamar de “fazer seu dinheiro trabalhar para você”.

É uma forma diferente de pensar sobre como fazer dinheiro, pois a maioria das pessoas pensa que só podemos ganhar dinheiro através do trabalho.

Isto é o que a maioria das pessoas faz. O problema desta ideia é que se você quer mais dinheiro tem que trabalhar mais.

E tal ideia esbarra no fato que há um limite humano de horas por dia para trabalhar, sem mencionar que não adianta ter um monte de dinheiro se você não tiver tempo livre para aproveitá-lo.

Para resolver tal questão já que não é possível criar uma cópia de si mesmo para aumentar seu tempo de trabalho, você precisa colocar uma extensão de si mesmo – seu dinheiro – para trabalhar.

Assim, enquanto você estiver trabalhando, viajando, dormindo ou se divertindo, também está ganhando dinheiro.

Quando você coloca o dinheiro para trabalhar para você potencializa seus ganhos independentemente de receber aumento, decidir aumentar suas horas de trabalho ou mesmo procurar um emprego com um salário melhor.

O que é investimento financeiro – opções

A premissa de um investimento envolve três variáveis: o rendimento esperado, o risco aceitado (qual probabilidade há de obter o rendimento esperado) e o horizonte temporal (quando se irá obter os lucros).

Nesta lógica, comprar ações, imóveis ou qualquer outro produto para revendê-los com lucro são investimentos financeiros, assim como alugar bens.

Investimento financeiro é também emprestar dinheiro para receber juros.

Assim, são empréstimos as aplicações financeiras como caderneta de poupança, Certificados de Depósito Bancário (CDB) e Letras de Crédito (LCI e LCA).

Você empresta seu dinheiro para o banco, ele empresta para outras pessoas e lhe paga juros por isso.

Você pode colocar seu dinheiro desde investimentos na caderneta de poupança, títulos públicos, fundos imobiliários ou até mesmo aplicar um determinado valor para abrir seu próprio negócio.

Outra forma de investimento é empregar dinheiro na sua própria capacidade de gerar dinheiro.

Isto ocorre por exemplo quando um profissional assalariado decide fazer um curso capaz de levá-lo a cargos profissionais mais altos com consequente aumento da remuneração.

Ou mesmo quando um empreendedor decide turbinar sua fonte geradora de renda para ganhar mais. Como por exemplo comprar uma máquina para tornar a produção mais eficiente, aumentando lucros e garantindo o futuro do seu negócio.

O que investir não é..

Quando se fala em investimento muita gente possui ideias preconcebidas confusas.

Pois confundem dívidas e consumo puro e simples com investimento.

Não é raro ouvirmos alguém dizer que “investe em consórcios” ou mesmo que um belo par de sapatos foi um ótimo “investimento”.

São equívocos bastante comuns. Mas, em verdade se você entra em um consórcio ou financiamento, você terá despesas – taxa de administração no caso do consórcio e juros no caso do financiamento.

 De modo que, de forma isolada esses produtos financeiros são dívidas e não investimentos.

Uma situação bem diferente é quando você usa uma dívida para uma prática conhecida como alavancagem.

Nesta, o dinheiro obtido com a dívida é usado para fazer um investimento cujo rendimento será suficiente para cobrir os custos da dívida e ainda gerar algum lucro.

O bem que não é investimento

Também não podem ser considerados investimentos os bens que você compra para usufruto próprio.

Isto porque, tais bens se desvalorizam com o tempo.  E além de não gerarem renda, ao revendê-los, muito provavelmente você receberá um valor bem menor do que pagou na compra.

O melhor exemplo disto é a compra de um carro. Mas isto se aplica também a eletrônicos, roupas e sapatos.

Até as viagens de lazer que são consideradas fonte de aprimoramento pessoal são grandes geradoras de despesas que se disfarçam de investimento.

Por isso é tão importante se certificar se você realmente sabe o que é investimento já que este conceito faz parte da vida da maioria das pessoas e nos permite ter uma vida financeira saudável.

Deste modo, fica claro que não é preciso ser um especialista em finanças para investir.

Mas é muito importante estudar e entender o que é investimento para que você escolha o método que mais se adeque ao seu perfil.

Lembrando sempre que a nossa relação com o dinheiro nos afeta diretamente e, não importa o método escolhido, mas, colocar seu dinheiro para trabalhar para você é a ideia essencial.

Investir é diferente de poupar

Outra confusão comum é utilizar as expressões “investir” e “poupar” como sinônimas.

É preciso esclarecer que poupar diz respeito a guardar dinheiro, por meio de disciplina e mudança de hábitos financeiros, cortando, por exemplo, gastos supérfluos.

O objetivo é que, ao final do mês, as entradas de dinheiro sejam superiores as saídas.

Para além disto, não é apenas pagar todos os boletos, mas quem decide poupar deve separar determinada quantia pelo tempo necessário para atingir o objetivo final, como por exemplo comprar um carro.

Investir, por sua vez, não é somente juntar dinheiro, mas aplicá-lo para que haja uma remuneração no futuro.

Apesar de seus significados distintos muita gente frequentemente confunde, sobretudo, porque no Brasil a aplicação mais utilizada para guardar dinheiro é a caderneta de poupança, apesar do rendimento ruim.

Investir é diferente de especular

Especular é investir com condições de incerteza. É um ato que geralmente está associado a enormes ganhos ou perdas de dinheiro.

Isto porque, o especulador compra um bem com a confiança de que ele vai se valorizar, para depois vende-lo a um preço maior.

É uma operação marcada pelo alto risco, já que no momento da compra, o especulador nunca tem certeza da valorização do bem.

Já o investimento é marcado pela segurança. Isto porque o investidor estuda as possibilidades e considera os riscos.

Assim, só depois de possuir mais conhecimento sobre as condições do negócio toma a decisão de investir.

Por isto a chance de retorno em relação à quantia aplicada é bem maior.

Investimento é uma operação que permite ao investidor por meio da análise detida das condições do negócio, segurança para seu dinheiro e um retorno adequado.

Noutro ponto, todas as operações que não atendem estes requisitos são especulativas.

Investir é diferente de apostar..

Outro equívoco comum é acreditar que o investimento é uma aposta.

Apostar é atirar no escuro, arriscar dinheiro em algo totalmente incerto e aleatório, sem que haja qualquer garantia de retorno.  Na aposta, depende-se exclusivamente da sorte para obter retorno – é literalmente, jogar na loteria.

Investir não é apostar, pressupõe estudo e análise sobre um ativo e seus riscos.

Traduz-se, em verdade, numa forma de potencializar seu dinheiro mediante o estudo prévio do tipo de investimento que escolher.

Vale ressaltar que embora o estudo prévio permita maior possibilidade de lucro, não quer dizer que o retorno é certo.

Isto porque o risco é inerente a todo investimento, não há como fugir! O que existe são investimentos com riscos diferentes, ou seja, em maior ou menor grau de extensão.

Até o dinheiro poupado em casa é arriscado, já que pode se desvalorizar com a inflação.

Por isto no momento de investir, é necessário saber qual é sua tolerância ao risco, de forma a avaliar o nível de risco mais adequado para o seu perfil.

E, ainda, sua reação a possíveis perdas no curto prazo, havendo a possibilidade de ganhos a longo prazo.

As respostas a essas perguntas são essenciais pois permitem traçar seu perfil e a estratégia de investimento ideal para você.

Como começar a investir – Principais tipos de investimento

Depois de entender melhor o que é investimento e qual o seu perfil, é hora de começar a investir!

Faça um levantamento de sua situação financeira atual, suas fontes de renda, suas dívidas e suas despesas fixas.

Logo após, confira a seguir, algumas opções.

O que é investir em fundos de investimento

É uma espécie de união de recursos de diversos investidores, convertendo o dinheiro investido em cotas.

Os recursos depositados são, então, aplicados de acordo com uma estratégia e podem variar entre opções conservadoras (como renda fixa), ousadas (como ações) ou um misto delas.

Não é fácil determinar previamente a rentabilidade de um fundo de investimento, mas, eles podem oferecer bons rendimentos.

Entretanto, costumam apresentar riscos maiores, além de custos mais elevados, já que o investidor precisa arcar com diversas taxas e tributos.

O que é investir em ações

As menores partes de uma empresa de capital aberto são chamadas de ações.

 Desta forma, quem investe nelas passa a compartilhar os riscos da companhia e pode obter rendimentos a partir dos ganhos alcançados pelo eventual bom desempenho que ela apresentar.

Não existe um modo único de investir em ações.

Por isto, é importante  ao negociar esses papéis, estar ciente dos riscos que eles apresentam, ter conhecimento do mercado e ter uma quantia razoável de dinheiro disponível.

Apesar disso, elas podem apresentar excelentes rendimentos.

O que é investir em dólar

O dólar é utilizado por investidores como opção de investimento principalmente em períodos de crise e alta da inflação.

Isto porque, utilizam a moeda para se proteger dos solavancos do mercado, através da especulação para lucrar com a mesma.

Tal prática é conhecida como hedge (proteção) de patrimônio, sobretudo em momentos de crise ou de correção do mercado.

 É portanto, um investimento que envolve alto risco, mas que tem se mostrado bons resultados nos últimos anos, em razão da contínua valorização do dolár.

O que é investir em ouro

O ouro é visto pelos investidores como excelente proteção contra a desvalorização da moeda e contra a inflação.

Isto porque, o ouro costuma apresentar alta demanda e ótima rentabilidade em momentos de crise e pressão inflacionária, protegendo o investimento em bolsa.

Não obstante, o investimento em ouro também promove uma certa proteção contra a desvalorização do dólar, agindo assim como um duplo hedge (dupla proteção).

O que é investir em bitcoin

Investir em bitcoin e em outras criptomoedas por meio da Bitcointoyou uma corretora reconhecida no mercado é o melhor investimento que você pode fazer.

Isso porque toda moeda é gerada e fiscalizada por um rede de transações chamada blockchain, que garante a segurança.

É um investimento acessível e revolucionário com expectativas de muitos lucros, já que a cotação da moeda só aumenta.

Não perca mais tempo, invista em bitcoin! Como será o seu futuro e daqueles que mais se importam com você?

Está nas suas mãos.

Porque investir?

Parece uma resposta óbvia, afinal todos desejam ganhar mais dinheiro para alcançar a liberdade financeira tão almejada.

Entretanto, investir tornou-se necessidade. Mesmo que você considere que não tem objetivos ou metas a serem realizados, é essencial ter uma reserva financeira para situações de emergência.

Todo mundo já passou por situações em que a falta de dinheiro foi fator limitador para resolver um problema inesperado.

Especialistas recomendam que você deve ter uma reserva de emergência que corresponda a pelo menos seis vezes o valor de suas despesas mensais.

Investir é ter reserva financeira

O simples motivo de ter uma reserva financeira para situações de emergência já é motivo mais do que plausível para você começar a investir.

Mas existem outros motivos que merecem sua atenção.

Não importa a sua idade atual é fundamental pensar na sua aposentadoria desde já, pois o ideal é planejar com anos de antecedência.

Se deseja uma vida tranquila após a aposentadoria não é conveniente depender da previdência social.

Já que é um sistema que possui um modelo que está falindo e, portanto, não traz segurança financeira.

Além disso, depender apenas de tal sistema tende a trazer retornos magros, de forma que investir é a única maneira de se aposentar e manter o padrão de qualidade de vida.

Outro grande motivo para investir é o fato de os ativos financeiros permitirem que você mantenha seu poder de compra frente à grande vilã denominada inflação.

Assim, apenas poupar e guardar o montante não é um bom negócio já que a inflação faz com que seu dinheiro se desvalorize com o tempo.

É aqui que entram os investimentos, permitindo que seu dinheiro cresça de verdade, acima da inflação.

Isto porque, a taxa de rentabilidade pode superar a inflação ao longo do tempo e acrescentar ganhos reais ao valor investido hoje.

O investimento é, portanto, aliado poderoso para construção do seu futuro, permitindo que você gere renda mensal proveniente de seus investimentos. E, ainda, assegura à você poder de compra no futuro.

Porque investir em Bitcoin

As moedas digitais revolucionaram nossa relação com o dinheiro e estão mudando o mundo.

O bitcoin vem tomando grandes proporções desde a sua criação em 2009, chamando atenção de inúmeros investidores.

Isto porque, embora volátil percebe-se no mercado das criptomoedas valores crescentes e com fortes tendências a assim se manterem.

O que torna o bitcoin um excelente investimento?

É uma moeda de oferta limitada cada dia mais próxima de seu ponto de saturação.

Assim, é deflacionária, sua tendência é sempre ganhar valor com o passar do tempo.

Por ser uma moeda digital que se autoregula por meio da tecnologia blockchain não sofre nenhuma regulação governamental, o que a torna uma excelente forma de reserva de valor.

Os bitcoins representam para os investidores solução para problemas técnicos, econômicos e políticos.

E ainda guarda características interessantes que atraem diversos investidores, quais sejam: descentralização, incensurabilidade, divisibilidade, facilidade de transferência e durabilidade.

Não obstante, o bitcoin é uma ótima alternativa para investimento a longo prazo.

Erik Finman, jovem investidor que se tornou famoso após ficar milionário com investimento em bitcoins utilizou tal estratégia.

Em 2011 ele comprou US$ 1000 em bitcoin quando 1 BTC valia aproximadamente US$ 12.

O que ele fez depois foi apenas guardar seus Bitcoins. Em 2017, 1 BTC chegou a valer quase US$ 20 mil e a fortuna de Erik chegou a superar US$ 1,5 milhão.

Invista na Bitcointoyou

Investir em bitcoins requer uma equipe de excelência no mercado financeiro, a fim de que você, investidor, não perca nenhuma oportunidade.

Para que isto seja possível, sua corretora parceira deve ser capaz de antecipar as tendências de alta ou baixa do mercado, com assessoria ampla, por meio de análises técnicas de qualidade e confiabilidade. Isto você encontra aqui, na bitcointoyou.

Os ambientes de transações de moedas digitais não permitem erros, por isto, toda atividade da bitcointoyou procura preservar alto rigor de segurança na proteção de dados e transações de investidores.

Contamos ainda com uma grande variedade de moedas, o que permite que você, investidor, diversifique seu capital de investimento.

Por isto, não fique de fora, crie sua conta gratuitamente na Bitcointoyou e torne-se um investidor de sucesso. Invista já!

Compartilhe esta informação com seus amigos. Deixe suas dúvidas e comentários. Aproveite e VOTE NA CRITPO MOEDA DE 2020! Não perca a oportunidade de escolher a próxima criptomoeda a ser listada AQUI!  https://www.bitcointoyou.com/cripto-urna-vote-na-criptomoeda-de-2020/

Para aprender mais: https://www.bitcointoyou.com/category/educacao-financeira-pt/