Resumo da Rentabilidade de Investimentos no Mês de Agosto

Resumo da Rentabilidade de Investimentos no Mês de Agosto

O mês de agosto foi marcado pelo crescente protagonismo da China como ator político no Brasil em relação ao comércio internacional, e também no que diz respeito aos investimentos na rede elétrica e as obras de conclusão da usina Angra III.

No Brasil, lobbies na reforma tributária, que foi apresentada ao Congresso no dia 21/07 pelo ministro da Economia, Paulo Guedes também chamaram a atenção durante o mês.

Agosto também trouxe mais um corte na Taxa Selic, onde no dia 05 o Copom se reuniu e decidiu baixar a taxa de 2,25% para 2% ao ano. 

Analistas acreditam que esse é o último de uma série de cortes, e que agora a Taxa Selic deverá se manter neste patamar até o final deste ano.

Austeridade fiscal ainda em risco

:A austeridade fiscal ainda foi tema de debate durante o mês de agosto, visto que parte dos parlamentares estão pressionando o governo por mais gastos em 2021.

Essa é uma questão que vem chamando a atenção de economistas, principalmente da ala ortodoxa, que vê no teto dos gastos uma âncora fiscal capaz de dar credibilidade no mercado financeiro, mantendo os juros baixos e a inflação controlada.

No entanto, no último dia do mês, o ministro Paulo Guedes encaminhou para o congresso a proposta do novo salário mínimo corrigido apenas pela inflação. Isso de certa forma mostra que o governo está comprometido com o teto dos gastos.

Cenário de investimentos no mês

comparativos dos investimentos no mês agosto de 2020.

A bovespa fechou o mês de agosto com 99.369,15 pontos. Isso representa uma queda de 3,44% no mês, sendo que julho o índice havia fechado em 102.912,24 pontos.

A cotação do dólar frente ao real fechou em R$ 5,49 representando uma alta de 5,17% em relação a julho. Portanto, para quem investe em ETF´s ou ações no exterior houve uma alta superior à queda observada em julho de 4,39%.

O ouro que havia apresentado alta de 4,63% no mês de julho continuou subindo e saltou de R$ 329,05 para R$ 347,22, representando uma valorização de 5,52%. Isso mostra que os investidores estão buscando ainda opções seguras no mercado.

O Bitcoin que apresentou um crescimento robusto no mês de julho continuou crescendo no mês de agosto. O ativo iniciou o mês cotado em R$ 59.237,91 e fechou o mês em R$ 64.020,92, apresentando uma alta de 8,57%.

Perspectivas futuras e construção da carteira de investimentos

Diante da instabilidade mundial, apesar da queda da Taxa Selic, ainda é aconselhável manter uma reserva de emergência em ativos de renda fixa.

O Ouro e o Bitcoin também estão se mostrando boas opções, assim como fundos amparados em índices da bolsa americana por conta da desvalorização cambial.

Na Ibovespa, ainda é preciso um pouco de cautela no momento de investir, procurando assim, a diversificação de investimento. A PETR4 perdeu fôlego, e fechou o mês cotada em R$ 21,89. No comparativo com julho, onde a ação fechou em R$ 22,20, a queda foi de 1,40%.

Embora haja uma perspectiva de retomada econômica no longo prazo, é preciso ainda bastante cautela para investimentos em ações da petrolífera. Ao que tudo indica elas deverão se manter estáveis por um tempo.

Destacamos no mês passado a valorização das ações do Magazine Luiza (MGLU3) que cresceram 12,65% no mês. Em agosto as ações da varejista continuaram crescendo e saltaram de R$ 80,71 para R$ 93,35, representando uma alta de 15,66%.

Ressaltamos no mês passado que as ações da varejista continuariam crescendo pela sua estratégia dentro do mundo digital. Portanto, essas ações ainda continuam indicadas para compra.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.