Bitcoin abaixo de US$55.000. Preciso me preocupar?

Bitcoin abaixo de US$55.000. Preciso me preocupar?

Logo após atingir a alta histórica de US$61.000, o Bitcoin (BTC) começou e corrigir. Apesar de muitos se desesperarem, o criotoativo primário continua do lado otimista e busca novas resistências de mercado. Todavia, não podemos deixar de destacar que o BTC caiu e está sendo negociado abaixo da marca de US$55.000.

Qual a razão por trás dessa queda?

Apesar de o Bitcoin ser o grande líder de mercado, atualmente, não é apenas ele quem dita o andamento da criptoeconomia. O ataque a plataforma da PancakeSwap, por exemplo, impactou em uma queda de 1.05% no preço do criptoativo, de acordo com os dados do CoinMarketCap.

Além disso, não podemos deixar de apontar o grande desespero que pairou entre os usuários do BTC, logo após que saiu a notícia de que a Índia poderia proibir os ativos digitais. Se isso, de fato ocorrer, os usuários de criptoativos indianos estarão sujeitos às punições ordenadas por lei.

Acabou a esperança de 2021?

Apesar de a correção ser algo natural de mercado, muitos ainda entram em desespero ao encontrá-la. Todavia, a esperança de 2021, em relação ao Bitcoin, não terminou. Quando o criptoativo ultrapassou a marca de US$60.000, ele superou três grandes bancos em capitalização: JPMorgan, Bank of América e The Industrial and Commercial Bank of China (ICBC). Ademais, não podemos deixar de mencionar que mesmo após a queda do BTC, ele continua com uma capitalização superior à da Mastercard. A rede de pagamento conta com um valor de US$871 bilhões, enquanto o criptoativo tem uma avaliação superior a US$1 trilhão.

Será marca de US$54.000 uma consolidação para o BTC?

Podemos colocar que o Bitcoin ainda está na fase de descobrimentos de preços acima de US$50.000. Uma fase acima de US$54.000, o deixa na marca de US$1 trilhão, algo que muitas empresas, como Microsoft, demoraram cerca de três vezes mais tempo para atingir.

O estímulo de US$1,9 trilhão dos EUA, também pode acelerar a corrida de touros do BTC. Afinal, as empresas buscarão ativos alternativos para se protegerem. Vimos em 2020, que a MicroSyrategy e a Square lideraram essa corrida. Esse ano, o cenário pode ser parecido.

Conclusão

Há diversos fundamentos para a alta do Bitcoin. Todavia, não tome esse artigo como dica de investimento. Não esqueça que esse mercado é volátil e que tudo depende de seus estudos e paciência. Lembre-se que a BitcoinToYou está aqui para te ajudar. Sendo assim, esteja sempre presente em nossas redes sociais e em nosso blog, pois não perderá nenhuma novidade nesse mercado.

Tags:
,