Como comprar Dogecoin? Aprenda e descubra se vale a pena o negócio

Imagem de uma dogecoin, junto do título do post "Como e onde comprar Dogecoin? Alternativas e cuidados"

Como comprar Dogecoin? Aprenda e descubra se vale a pena o negócio

Para muita gente, entender como comprar dogecoin ainda é algo bem nebuloso. Isso porque a moeda digital surgiu como um meme da internet, o que já é motivo para muitos investidores não darem crédito para esse tipo de ativo. Entretanto, com uma comunidade extremamente engajada, a moeda cresceu em níveis inimagináveis e hoje é o que conhecemos: uma moeda digital que, assim como o Bitcoin, movimenta o mercado de criptoativos.

Um exemplo disso é que em maio de 2021, a DOGE foi destaque em nosso relatório semanal, apresentando o maior índice de recuperação entre as criptomoedas. O motivo foi ninguém menos que Elon Musk, o multimilionário e CEO da Tesla, que na época fez uma postagem em seu perfil do Twitter em que citava a Dogecoin. Apenas este simples evento foi capaz por um aumento de 70% na valorização da moeda digital – algo que, convenhamos, não é nada mal, concorda?

Esse é apenas um episódio que demonstra o potencial da DOGE. Com uma breve pesquisa na internet, você poderá encontrar notícias que contam sobre os episódios em que a comunidade de Dogecoin patrocinou uma das corridas internacionais da NASCAR e o fato de que, em 2014, a mesma comunidade arrecadou USD 25mil para bancar a ida da comissão jamaicana às olimpíadas de inverno, na Rússia.

Mas, enfim, como comprar a Dogecoin? É isso que você entenderá a seguir, além de entender se esse negócio vale realmente a pena. Siga a leitura e confira:

As 4 diferentes maneiras de comprar Dogecoin

Para comprar suas dogecoins, você pode escolher entre diferentes caminhos. Cabe a você entender qual faz mais sentido para você:

1. Por corretoras

Sem dúvidas, esta é a forma mais indicada para quem é iniciante no ramo das criptomoedas. Assim como em outros mercados, aqui a corretora atua como um agente facilitador, que usa de sua expertise para garantir que o investidor esteja fazendo transações seguras.

A principal vantagem de se comprar por meio de uma corretora – ou exchanges, como também são chamadas – é justamente a segurança, já que a intermediadora garante que sua transação está sendo realizada de fato. Ou seja, você tem a garantia de que realmente está adquirindo aquele criptoativo.

Isso vale não só para a DOGE, como para outras criptomoedas, também. O mercado brasileiro hoje conta com uma variedade de corretoras de criptomoedas com um leque vasto de moedas disponíveis para compra, e a BitCoinToYou se orgulha de ser a primeira do país em atuar nesse modelo de negócios! Para entender mais, acesse a página da BitCoinToYou.

Aliás, em nosso site você pode fazer o seu cadastro e ter a possibilidade de comprar a moeda em apenas 3 cliques! Tudo com a segurança que só uma corretora pode te oferecer. Tem interesse? Clique aqui e crie sua conta na BitCoinToYou!

2. Por transações P2P

Ao contrário de uma transação realizada com intermédio da corretora, a transação P2P ocorre sem esse agente, tendo apenas os dois usuários envolvidos. O termo P2P significa justamente Peer-to-peer, que se traduz para algo como “pessoa para pessoa”. Portanto, quem quer comprar Dogecoins pode encontrar outro usuário que detenha a moeda e combinar diretamente com ele os termos da transação.

Veja bem: essa é uma forma bastante arriscada de se fazer esse tipo de transação, visto que não há garantias concretas de que o comprador efetivamente receberá os tokens comprados. A internet, infelizmente, é cheia de pessoas mal intencionadas, e quem faz transações P2P precisa ter cuidado redobrado para não cair em golpes.

3. Através da mineração

A mineração é o processo em que novas criptomoedas são colocadas em circulação. Logo, uma outra maneira de conquistar suas Dogecoins – uma maneira mais trabalhosa, diga-se de passagem – é se aventurar no mundo da mineração.

Neste processo, o minerador atua quase como um prestador de serviço, validando as transações realizadas com a criptomoeda e, a partir disso, ganhando o que se chama de taxa de transação. O problema aqui é que a mineração funciona quase como uma disputa, pois milhares de mineradores estão à disposição do serviço, e ganha a taxa aquele que for mais rápido na resposta da validação.

Além de competitivo, esse meio é pouco recompensador: a taxa ganhada sob cada uma das transações chega a ser irrisória em uma boa parte dos casos.

4. Como oferta da própria comunidade DOGE

Assim como qualquer moeda, as Dogecoins são utilizadas para transações como a aquisição de bens e serviços. Portanto, digamos que o usuário interessado em adquirir Dogecoins seja jornalista e, ao ver da comunidade, seria benéfica a publicação de um artigo divulgando o potencial da criptomoeda.

A partir dessa situação hipotética, o jornalista poderia vender o seu serviço de escrita e publicação de um artigo e, em troca, ser pago com Dogecoins.

Aprendemos como comprar Dogecoins, mas será que vale a pena?

Essa deve ser uma pergunta que você deveria estar se fazendo. Afinal, como qualquer investimento financeiro, este ativo está suscetível a grandes valorizações e desvalorizações, de acordo com o comportamento do ecossistema das criptomoedas. Por esse motivo, antes de efetivamente fazer a aquisição, planeje-se para ter a certeza de que está fazendo o investimento certo, levando em consideração suas expectativas.

Se o investimento nas DOGE valem a pena ou não, não existe resposta exata. Inclusive, já escrevemos um texto que pode te ajudar nessa consideração. Leia também: Devo investir em criptomoedas memes?

Para te ajudar a tirar suas próprias conclusões, reunimos abaixo as principais características dessa moeda digital que você deveria ter em mente:

Principais características da Dogecoin

  • é uma moeda descentralizada, ou seja, que dispensa a intervenção de bancos em suas transações;
  • tem o seu código-fonte aberto, o que possibilita o acesso gratuito ao mercado de transações por qualquer usuário da comunidade, que pode fazer modificações e aprimoramentos livremente;
  • também é uma moeda ponto-a-ponto, sem a necessidade de servidores especiais ou autoridades centralizadoras;
  • sua origem é a partir de um meme da internet, diferente da Bitcoin tradicional e outras moedas, que possuem um documento as oficializando;
  • a velocidade das transações é bem mais rápida que a de Bitcoins, o que é uma vantagem muito grande para muitas pessoas;
  • é bastante improvável que a moeda seja valorizada de forma exponencial com o passar do anos, pelo fato de não existir um limite de moedas por transação;
  • não há também um limite para a mineração, o que faz com que a escassez da moeda seja inexistente – com isso, seu valor é muito baixo;
  • futuramente, é provável que a moeda seja encontrada em grande quantidade, o que poderá causar uma desvalorização intensa.

Dependendo do ponto de vista, cada uma dessas informações podem ser tanto benéficas quanto negativas. Tudo vai depender do perfil do investidor e dos objetivos que se tem com a compra da moeda digital. Então, cabe a você decidir agora que sabe como comprar dogecoins.

 

Para encontrar outros conteúdos como este e aprender mais sobre o universo de criptomoedas, continue em nosso blog conferindo outros artigos sobre a área!