Maior baleia de Bitcoin faz parte do governo

Maior baleia de Bitcoin faz parte do governo

Muito se fala sobre as baleias de Bitcoin (BTC). Este é o nome dado a investidores que possuem mais de 1.000 BTC em carteira. Embora a identidade de muitas seja desconhecida, duas chamam atenção. A primeira é Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin, que é a maior baleia da criptomoeda.

Contudo, depois do criador do BTC, a maior baleia é uma instituição governamental. Trata-se do FBI, a polícia federal dos Estados Unidos.

Governo já entrou

Conforme noticiado, uma estimativa da revista Wired aponta que o FBI tem cerca de 300.000 Bitcoins. Entretanto, a quantia não é certa, tendo em vista que ambas as carteiras contendo os BTC foram esvaziadas.

Possivelmente, a agência governamental usou um misturador de criptomoedas, caso ainda esteja em posse do montante.

É importante notar que, em 2013, o FBI apreendeu 174 mil Bitcoins com o desmantelamento da Silk Road. A Silk Road foi o maior mercado de substâncias ilícitas montando na darknet.

O veterano do mercado de criptomoedas conhecido como Mr. Whale vai além. Para ele, o FBI já tem mais de 500 mil Bitcoins em suas carteiras.

Desta forma, caso todas as estimativas tenham um fundo de verdade, é possível que o FBI seja a maior baleia de BTC após Satoshi Nakamoto.

Corrupção na agência

Contudo, é difícil falar de governo sem corrupção. Voltando ao caso da Silk Road, dois agentes federais foram acusados de roubar uma fatia dos Bitcoins apreendidos. Ao todo, foram retirados 4.300 BTC de toda a quantia apreendida.

Em valores atuais, a quantia equivale a quase R$ 1 bilhão. Somado a isso, o jornalista Joshua Davis publicou um artigo no qual questiona a transparência e responsabilidade com a qual o FBI lida com os Bitcoins apreendidos.

O artigo também mostra que a agência movimenta Bitcoins internamente, marcando endereços pertencentes ao FBI.

Ao todo, um dos endereços listados já fez mais de 800 mil transações com Bitcoin, detendo em dado momento o total de 16.000 BTC.

Tags: