Bitcoin no currículo do ensino médio? Saiba mais!

Bitcoin no currículo do ensino médio? Saiba mais!

O Bitcoin vem se popularizando a cada ano, e agora a última novidade é que a moeda digital também fará parte do currículo do ensino médio na França.

Os estudantes franceses, irão aprender mais sobre o Bitcoin nas matérias de ciências econômicas e sociais. A criptomoeda foi adicionada ao plano de estudos dessas disciplinas.

O Ministério da Educação da França descreveu a inclusão do Bitcoin no currículo. Assim sendo, a moeda digital será usada para ajudar os alunos a pensar nas características do dinheiro. Inovador e sensacional.

Leia também – Ethereum – Entenda o que é e como funciona!

Outros países poderão seguir a mesma linha incluindo AS CRIPTOMOEDAS na grade curricular

Por se tratar de alunos do ensino médio, é bem possível que o tema não será explorado ampla e profundamente. Por isso, a abordagem sobre o Bitcoin será mais introdutória e geral.

Isso ajudará os alunos a entenderem desde cedo o conceito de descentralização no contexto dos principais sistemas financeiros. Para isso o Ministério criou quatro vídeos explicativos incluindo um com a intrigante questão “O Bitcoin pode substituir o Euro?”.

Um outro vídeo traz a seguinte reflexão: “O Bitcoin é a moeda do futuro?”. Com tais questionamentos, os professores pretendem despertar nos alunos a capacidade reflexiva e investigativa sobre as criptomoedas.

Dessa forma, a França larga na frente no que diz respeito à inclusão das moedas digitais na grade de ensino. É bom possível que outros países, incluindo o Brasil também sigam a mesma linha em um futuro não muito distante.

O Bitcoin poderá substituir o Euro?

Essa é talvez a pergunta mais intrigante existente no currículo do ensino médio francês. Mas, certamente o bitcoin não conseguirá substituir o Euro ou qualquer outra moeda pelas suas características.

Pelo fato do seu valor ser amparado na lei da oferta e procura, a moeda digital possui grandes oscilações no seu preço, o que dificulta a sua utilização como meio de troca. Desse modo, a criptomoeda tornou-se mais um ativo do que uma moeda propriamente dita.

Todavia, vislumbrando esse problema do Bitcoin surgiram outras criptomoedas com um conceito revolucionário – as stablecoins. Elas, por sua vez possuem lastro em ativos reais, o que as torna mais estáveis.

Talvez sejam elas as responsáveis por mudar drasticamente o futuro dos meios de pagamentos, substituindo inclusive o Euro.

E você já ouviu falar sobre stablecoin? Já investe em criptomoedas? Então é melhor se preparar porque esse futuro está apenas começando.