Uma rede social descentralizada? Entenda as ambições do Twitter

Uma rede social descentralizada? Entenda as ambições do Twitter

Já imaginou uma rede social descentralizada? Essa é a proposta do Twitter que pretende levar sua plataforma para um blockchain.

Uma das maiores e mais influentes redes sociais do país, o Twitter, anunciou que está montando uma equipe para desenvolver um padrão aberto e descentralizado para as redes sociais.

O anúncio foi feito por Jack Dorsey, CEO do Twitter e Square. De acordo com o executivo, a rede social está financiando uma equipe de cinco pessoas que irão trabalhar em um padrão descentralizado de mídia social, apelidado de Bluesky.

A primeira rede social descentralizada está para surgir

Sabemos que o blockchain vem avançando em várias áreas da nossa vida. E também não é para menos, afinal a tecnologia descentralizada permite muito mais segurança para quem deseja operar nas nuvens.

É bem possível que daqui alguns anos o uso do blockchain seja tão intenso que não será mais novidade nenhuma ele ser usado em algum setor. Estamos, portanto, acompanhando o início desses novos tempos.

Como era de se imaginar, o Twitter decidiu ser uma das pioneiras no que diz respeito às redes sociais. Sendo assim, o CTO da companhia, Parag Agrawal, está em busca de pessoas para liderar essa iniciativa.

A equipe da bluesky pretende trabalhar em um padrão de mídia social descentralizado existente, ou então criar um à partir do zero. Sendo assim, é bem possível que a equipe do Bluesky encontre ou incorpore um componente blockchain ao projeto.

Leia também – BRL Coin – Conheça a criptomoeda estável!

O futuro está se mostrando descentralizado

Ainda há dúvidas se esse protocolo irá ou não beneficiar o Twitter como empresa. Pois, ao desenvolver um novo padrão descentralizado pode acontecer de mudar o poder da plataforma e consequentemente a capacidade de monetizar efetivamente.

Jack Dorsey, que é um entusiasta da tecnologia descentralizada acredita que isso irá permitir ao Twitter se concentrar na inovação, gerando um discurso online mais saudável.

“Os incentivos de mídia social existentes frequentemente levam a atenção a ser focada no conteúdo e na conversa que gera controvérsia e indignação, em vez de conversas que informam e promovem a saúde.

Finalmente, surgiram novas tecnologias para viabilizar uma abordagem descentralizada. O Blockchain aponta para uma série de soluções descentralizadas para hospedagem aberta e durável, governança e até monetização. Muito trabalho a ser feito, mas os fundamentos estão lá.” relata Dorsey.

Se essa iniciativa será boa ou não, somente o tempo irá dizer, mas uma coisa é certa, a tecnologia Blockchain realmente chegou para ficar.

O que você acha dessa iniciativa? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe essa matéria nas redes sociais!