Parlamento ucraniano defende a criação de imposto sobre as criptomoedas

Parlamento ucraniano defende a criação de imposto sobre as criptomoedas

Parlamento ucraniano defende a criação de imposto sobre as criptomoedas

Um grupo formado por 23 funcionários do governo ucraniano propôs recentemente a criação de um projeto de lei que possa taxar as operações com ativos de criptomoedas.

Desta forma, pessoas físicas e jurídicas seriam taxadas em 5% nas transações de moedas virtuais como tokens e criptomoedas atualmente, e, a partir de 2024, os lucros relacionados a criptos das organizações passariam à 18%, o que é a taxa básica para imposto de renda pessoal e corporativo deste país.

Essa proposta de lei tem como objetivo retirar grandes volumes de operações de mercado e aumentar as receitas do estado, a fim de incentivar o desenvolvimento das atividades relacionadas a moedas virtuais na Ucrânia. Deste modo, as transações possibilitariam atrair cerca de US$ 43 milhões para o orçamento, de 2019 até 2024.

Atualmente, as criptomoedas não são regulamentadas no país do Leste Europeu, mesmo com apoio defendido pela Comissão Nacional de Valores Mobiliários como instrumento financeiro. Porém, segundo Serviço de Comunicação Especial e Proteção da Informação da Ucrânia, há um temor quanto ao futuro incerto da mineração das criptomoedas e reações imprevisíveis por parte das autoridades.