O crime virtual em evolução: O Ransomware dá lugar ao Cryptojacking

O crime virtual em evolução: O Ransomware dá lugar ao Cryptojacking

O crime virtual em evolução: O Ransomware dá lugar ao Cryptojacking

Os Hackers evoluíram para roubar criptomoedas. O famoso Ransomware, onde sequestra a máquina e solicita o pagamento em criptomoedas para liberar o acesso ao usuário sede lugar para o Cryptojacking.

O Cryptojacking é a onda do momento, onde os hackers tomam o controle de uma máquina e, a partir do processador, conseguem ganhar criptomoedas.

Segundo relatórios da McAfee, no mês de junho, o criptosequestro virou uma febre, tornando-se uma das ações favoritas dos cibercriminosos, por se tratar de uma forma mais simples, mais direta e sem risco, do que o Ransomware, ou o roubo de dados.

Os roubos são realizados pelos criminosos através de maquinas hackeadas com a finalidade de ganhar bitcoins e outras moedas digitais.

As criptomoedas estão em grandes redes de computadores com a finalidade de processamento transações. Em troca deste serviço, os computadores que colaboram com as redes recebem moedas recém-mineradas.

Para conseguir a recompensa (as moedas digitais) é necessário que a rede consiga ser a primeira entre várias a resolver um problema matemático muito complexo.