O Bitcoin se tornará mais escasso daqui 3 meses – Entenda

O Bitcoin se tornará mais escasso daqui 3 meses – Entenda

12 de maio de 2020. Essa é a data onde acontecerá o Halving do Bitcoin. O que isso significa? Que as recompensas pela mineração da criptomoeda serão cortadas pela metade.

Sendo assim, o Bitcoin passará a se tornar mais escasso, e consequentemente mais valioso. Afinal, essa é a lógica por trás da lei da oferta e procura. Pois quando a procura se torna maior que a oferta, o preço de um ativo sobe.

Então o preço do Bitcoin irá disparar?

Certamente, você deve ter pensado isso. No entanto, analistas ainda seguem divididos sobre se haverá uma alta significativa antes ou depois do halving.

A equação para determinar o preço da criptomoeda, envolve a relação estoque / custo. Há inclusive um estudo realizado pelo Messari que discordou dessa relação, que geralmente envolve a cotação de preços futuros.

Desse modo, há muito debate em questão, sendo que a maioria dos analistas acredita que somente haverá um movimento positivo após o halving. Ou seja, quem comprar antes poderá se beneficiar dessa alta na cotação.

Existe inclusive quem diga, que o preço pode disparar de um modo que faça o Bitcoin saltar dos atuais R$ 40.000,00 para R$ 400.000,00 depois do halving. Essa análise é baseada em tendências históricas da criptomoeda.

Leia também – Samsung começa o suporte de criptomoedas, entenda!

Será que o passado irá se repetir no futuro?

Embora existam projeções bem otimistas em relação ao preço do Bitcoin, não dá para afirmar que o desempenho passado possa se repetir no futuro. Sendo assim, não é possível criar uma projeção apenas avaliando o histórico da criptomoeda.

Contudo, como em todo halving sempre há um disparo de preço, isso pode dar uma ideia sobre a valorização que está por vir.

Dessa maneira, analisando o histórico da criptomoeda é possível ver que de 2012 até 2016, período entre o penúltimo e último halving, houve um fundo, um ano antes de uma supervalorização.

Isso pode dar suporte a tese de que a criptomoeda teve o seu fundo no início de 2019, e agora vem em uma tendência crescente até o halving. Ainda é cedo para cravar, pois existem muitas teorias circulando acerca do halving.

Mas, o que ninguém nega é que teremos uma volatilidade séria após maio. É bem possível que o valor da criptomoeda não caia nesses próximos meses, e se a zona de resistência continuar sendo quebrada, muita gente vai surfar nessa onda da supervalorização.

E você, já investe em bitcoin? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe essa notícia nas redes sociais.