Primeira fase do Ethereum 2.0 começou. O que esperar?

Primeira fase do Ethereum 2.0 começou. O que esperar?

O Ethereum é de fato o criptoativo de maior sucesso logo após o Bitcoin. Tem uma forte dominância frente aos demais ativos alternativos e apresenta qualidades que não são vistas no BTC. Só para exemplificar, dentro do Ethereum é possível criar ativos digitais, contratos inteligentes e aplicativos descentralizados. Ou seja, é o verdadeiro computador do meio blockchain.

Contudo, nem tudo são flores. O Ethereum apresenta grandes problemas em relação à sua escalabilidade, altas taxas e modelo de consenso. Muitas altcoins surgiram com o intuito de melhorar a proposta do ETH com um blockchain mais robusto, mas a altcoin ainda continua sendo a preferência do mercado. Sendo assim, um rumo deveria ser tomado para que ela continue sendo a escolhida. Por essa razão, a equipe por trás do criptoativo decidiu lançar a atualização Ethereum 2.0 e é sobre ela que iremos falar.

O que é o Ethereum 2.0?

Em suma, é a atualização que irá melhorar a rede da altcoin. Logo após o término, o Ethereum terá uma escalabilidade melhorada, sua taxa de transferência será aumentada em 1000 vezes sem afetar sua descentralização. Além disso, será mais seguro e eficiente.

O ETH abandonará o modelo de consenso Proof of Work (POW), para começar a trabalhar com o Proof of Stake (POS). Assim sendo, os detentores da altcoin poderão ganhar renda passiva, caso decidam deixar seu ETH bloqueado para validar os blocos. Sua política monetária também será alterada, pois, sua inflação anual será reduzida para 1%.

A atualização do ETH acontecerá em três etapas. Na Fase 0 será introduzido o Proof of Stake, mas não anulará o Proof of Work. Já na Fase 1, a atualização trabalhará na escalabilidade da altcoin. A Fase 2 será responsável por permitir que aplicativos sejam desenvolvidos no blockchain do Ethereum 2.0 e eliminará de vez o Proof of Work da altcoin. Apesar de todas as etapas serem importantes, vamos focar na que se iniciou hoje, a Fase 0.

O que esperar da primeira parte da atualização?

Embora muitos não acreditassem que o Ethereum 2.0 fosse realmente começar a ser implementado em 2020, os que apostam na altcoin não perderam a fé e fizeram um excelente trabalho de apostar 524,288 ETH no ecossistema do criptoativo para que o upgrade entrasse em cena. Com o intuito de beneficiar os depositantes, a equipe da altcoin decidiu que eles serão os primeiros a testarem o novo modelo de PoS.

Com uma rede que gastará menos energia para operar, o ETH se tornará mais ecologicamente correto. É importante lembrar que nenhuma funcionalidade do blockchain do criptoativo será afetada com a atualização. Isso porque as transações e os contratos inteligentes ainda serão carregados no PoW. Somente em dezembro de 2021, meta para que uma transferência completa de serviços seja realizada, que o ETH atuará por completo com PoS.

Podemos concluir apontando que não foi um caminho fácil para o Ethereum ter sucesso em seu contrato de depósito do ETH2.0. Só para exemplificar, no meio dessa jornada, diversos testnets apresentaram falhas. Todavia, agora os detentores do criptoativo tem motivos para realmente acreditarem que a atualização terminará de acordo com suas expectativas transformando o Ethereum em um verdadeiro ativo multifuncional.