Fundos de Investimento Em Criptomoedas – Entenda e Invista Já !

Fundos de Investimento Em Criptomoedas – Entenda e Invista Já !

Como sempre enfatizamos aqui no blog, o conhecimento é a principal ferramenta que deve ser utilizada por qualquer investidor antes de decidir aonde aplicar o seu dinheiro.

Neste contexto, neste artigo abordaremos um novo tipo de veículo de investimento com o objetivo principal de conhecer as formas de entrada neste mercado, a fim de ajudar você, investidor que desejar explorar este mundo novo e intrigante.

O Que São Os Fundos De Investimento Em Criptomoedas?

Quando falamos em “fundo de criptomoeda” referimo-nos a um portfólio que contém uma variedade de diferentes ativos digitais e que é geralmente gerenciado por um ou mais indivíduos.

O que são criptomoedas, saiba mais aqui!

Deste modo, os investidores podem comprar esses fundos para que possam compartilhar os lucros à medida que o valor do fundo aumenta.

Existem basicamente dois tipos de fundos, os de capital de risco e os de hedge, e de acordo com os dados Crypto Fund Research, pouco mais da metade deles atua como fundos de capital de risco, enquanto o restante é composto predominantemente por fundos de hedge.

Quando uma variedade de investidores reúne dinheiro para comprar em empresas menores com alto potencial de crescimento, estamos falando dos fundos de capital de risco.

E se tratando de fundos de criptomoedas os investimentos são realizados em novos projetos e altcoins, visando o crescimento dos ativos e o alcance de determinadas metas, para posteriormente vendê-los e os respectivos investidores receberem sua parte dos lucros. 

Já os fundos de hedge atuam de maneira diferente, como carteiras gerenciadas ativamente que buscam minimizar os riscos no mercado – daí o nome “hedge”, ou proteção.

Eles podem ser compostos por qualquer tipo de ativo, normalmente usados em estratégias longas e curtas, diversificando o portfólio para tornar o fundo resistente ou até lucrativo durante a alta volatilidade. Este tipo de fundo geralmente é gerenciado por equipes pequenas e geralmente estão disponíveis apenas para investidores de alto nível, com investimentos mínimos variando entre dezenas e centenas de milhares de dólares.

Os fundos de hedge tradicionais costumam funcionar do seguinte modo:

Há um requisito mínimo de duração, de modo que os investidores se comprometem a manter seu dinheiro no fundo por pelo menos um ano, por exemplo.

Além disto, geralmente estes fundos costumam ter taxas razoavelmente altas, em torno de 20% do lucro, que funciona como incentivo para os gestores oferecerem um desempenho sólido.

Não obstante, a confiança na equipe que gerencia as estratégias é de suma importância já que não há garantia que o fundo acabará com um bom retorno.

Caso não haja uma boa gestão tais fundos estarão vulneráveis a volatilidade do mercado, contra a qual estes fundos deveriam se proteger, o que pode acabar rapidamente com os mesmos.

Exemplo disto foi o que ocorreu em março com alguns fundos de criptomoedas que entraram em colapso, pois não estavam preparados com a queda brusca causada pelo pânico no mercado diante do coronavírus.

Algumas Estratégias Dos Gestores De Fundo De Criptomoedas Que Merecem Destaque

Vale a pena destacarmos algumas estratégias que os gerentes de fundos utilizam para fazer seus investimentos crescerem.

A primeira delas é analisar os ativos e passivos a fim de decidir quais deles podem estar subvalorizados e supervalorizados, respectivamente e, em seguida, colocá-los em posições longas e curtas de acordo com cada análise, daí o nome da técnica “long/short equity”.

Se a análise deles estiver correta, seu portfólio deverá obter ganhos, independentemente de o mercado estar subindo ou caindo.

Há uma técnica semelhante conhecida como “neutra no mercado” na qual o objetivo do gerente é equilibrar as posições longas e curtas a fim de que o risco de exposição no mercado seja zero. Vale destacar que o gerente pode demorar 50% e 50% no mesmo setor ou ativo na esperança de reduzir o risco de volatilidade, tal técnica que visa a redução de riscos acaba por geralmente trazer retornos mais baixos, mas que é aceitável para alguns investidores.

Outra técnica bastante utilizada e que merece destaque é a da arbitragem, aqui entendida como a ideia de comprar ativos em uma exchange e depois vendê-los em outra por um preço melhor, tal estratégia é muito utilizada em fundos de hedge tradicionais.

Tal técnica é possível de materialização pois como sabemos o mercado de criptomoedas oferece oportunidades bastante lucrativas devido devido às suas características intrínsecas de ser um mercado relativamente jovem e volátil.

Deste modo, é muito comum que plataformas diferentes ofereçam preços ligeiramente diferentes em vários ativos, permitindo que se caso os operadores de alta frequência atuem com a rapidez exigida, obtenham lucros de modo relativamente fácil.

Mencionamos as técnicas que merecem destaque mas existem inúmeras e, na prática é muito comum que várias estratégias sejam utilizadas.

Seja qual for a estratégia utilizada é imprescindível que o gestor do fundo tenha conhecimento, ou seja, entendam o que estão fazendo ao implementar cada uma das técnicas e, para além dito, guardem a transparência informando aos investidores sobre  a estratégia  que pretendem implementar.

A Importância Dos Gestores De Um Fundo De Investimento

Um dos maiores riscos envolvidos no investimento em um fundo de criptomoedas é sem dúvida o gestor dos fundos.

É essencial que os clientes confiem nos gestores e para que isto seja possível é necessário pesquisar a fim de conhecê-los.

Assim, quanto mais informações os gestores estiverem dispostos a compartilhar sobre quem são, como estão gerenciando e seu histórico, melhor para determinar se eles são adequados para determinado tipo de investidor.

É por isso que muitos buscam parcerias com empresas respeitáveis, como uma parte essencial da busca por confiança e, consequentemente, retorno sobre o investimento. 

As Perspectivas Deste Mercado Promissor

Atualmente a perspectiva dos fundos de criptomoedas aponta para resultados bastante positivos. Neste contexto, um relatório da PricewaterhouseCoopers e Elwood Asset Management Services Ltd.,  mostra por exemplo, que o valor geral dos ativos sob gestão desses fundos cresceu de US$ 1 bilhão em 2018 para impressionantes US$ 2 bilhões em 2019 – dobrando o tamanho do mercado em um único ano.

Além disso, o retorno médio desses investimentos em 2019 foi de 30%, um pouco abaixo do número registrado em 2018, mas ainda muito acima dos fundos de hedge tradicionais. Isso ocorre, claro, devido à margem de alta que existe no mercado.

Embora uma grande variedade de criptomoedas possa ser encontrada nos mais variados fundos do mercado, o estudo constatou que 97% das ofertas contemplava o Bitcoin seguido por Ether a 67% e outros como XRP, Bitcoin Cash e Litecoin, todos eles compondo cerca de um terço dos fundos disponíveis.

Tudo isso aponta para um mercado promissor, tendo em vista que está apenas começando a ser explorado, portanto há um potencial muito grande dentro do mercado dos ativos digitais, sobretudo porque estes fundos permitem uma diversificação dentro do próprio mercado cripto, mitigando a pressão de um ativo dentro do próprio portfólio.

Ademais, à medida que as criptomoedas avançam para adoção em massa, é lógico supor que a quantidade e o valor desses veículos de investimento continuem aumentando.

É neste cenário que alguns investidores estão vendo maior atratividade nos ainda novos fundos de criptomoedas, já que o risco x retorno dessa classe de ativos está ficando cada vez mais claro.

Como já sabemos os riscos sempre estarão presentes, já que inerente a qualquer investimento, portanto, os investidores devem estudar a fim de obter conhecimento sobre os fundos de criptomoedas que desejam investir.

Deste modo, quanto mais investidores do varejo conseguirem entrar para este mercado, a história dos fundos de criptomoeda pode estar apenas começando.

Ser um investidor pró-ativo é de suma importância, esteja sempre atento para as tendências da economia, se informe aqui no Blog da Bitcointoyou. Temos sempre conteúdo atualizado para você!