Bitcoin: Na Argentina já é possível comprar e vender em caixa eletrônico!

Bitcoin: Na Argentina já é possível comprar e vender em caixa eletrônico!

Bitcoin – A Argentina diante da crise enfrentada nos últimos anos largou na frente. O país já possui, desse modo, diversos caixas eletrônicos onde é possível comprar e vender bitcoins.

A primeira máquina de compra e venda de criptomoedas na Argentina foi lançada em um shopping em Buenos Aires há exatamente 1 ano atrás. A fabricante do equipamento é a Athena Bitcoin, uma empresa norte americana especializada em caixas eletrônicos de criptomoedas.

A Odyssey, uma outra empresa norte-americana que produz caixas eletrônicos de compra e venda de bitcoin também está otimista com o país. A empresa pretende, portanto, instalar cerca de 150 caixas eletrônicos por toda Argentina.

De acordo com Dante Galeazzi, gerente de operações da Athena na Argentina “Com as desvalorizações da moeda, tivermos aumento nas transações de bitcoin. Vemos isso como uma garantia contra a oscilação do peso, bem como uma oportunidade de investir”.

A Bitcointoyou em 2016 tinha lançado um caixa eletrônico. A ideia quando surgiu, seria para implementação no Brasil, e assim facilitar as transações, como saque e etc.

Caixa eletrônico da Bitcointoyou, lançado em 2016.

Leia tambémBitcoin já é aceito pela Cielo como forma de pagamento!

O Bitcoin ganhou espaço com a desvalorização do peso argentino

O Peso Argentino sofreu uma desvalorização de quase 50% em relação ao dólar. E muitas pessoas no país para se proteger da desvalorização acabaram migrando para as criptomoedas que possuem mais segurança.

Isso acontece porque as criptomoedas são descentralizadas. E portanto, não sofrem oscilações diante de uma decisão governamental equivocada. Sendo assim, em países onde a crise está maior a procura por Bitcoins tem crescido vertiginosamente.

Empresas como o Facebook também já anunciaram a sua própria criptomoeda para combater os problemas macroeconômicos que rondam o mundo.

Tanto a Athena quanto a Odyssey disseram que pretendem expandir o investimento para outros países da América Latina como Brasil e Chile. É bem possível que em bem pouco tempo poderemos assim como os argentinos comprar e vender bitcoins em caixas eletrônicos.

O futuro está apenas começando. E se você ainda não se atentou que as criptomoedas estão crescendo ano a ano é bom começar a entender essa dinâmica. Afinal, em bem pouco tempo o papel moeda irá desaparecer do mercado.